O carro - e não um luxo, mas uma doença provocador

conteúdo

  • O primeiro grupo
  • O segundo grupo
  • O terceiro grupo


  • Do que ele pode virar disse MD Alex Rounov. doença motoristas profissionais podem ser divididos em três grupos.



    O primeiro g

    Rupp

    Esta doença da coluna vertebral e do pequenopélvis devido à prolongada sentado ao volante, causando congestão circulatória ocorre na pelve. Estes incluem radiculite, osteocondrose, prostatite, e hemorróidas.



    O segundo grupo

    O segundo grupo de doenças associada com o aumentoestresse emocional. Não acredito que aqueles que dizem que a roda descansa. Na verdade, uma pessoa do seu sistema nervoso estão em tensão constante, o que se torna a causa de doenças cardiovasculares. Drivers muitas vezes têm perturbações do ritmo cardíaco, pressão arterial, ataques cardíacos.



    O terceiro grupo

    O carro - e não um luxo, mas uma doença provocador

    Doenças do trato gastrointestinal associada a irregular e desnutrição durante a operação. Mas isso é mais do monte de motoristas profissionais que amigos.

    O que fazer para prevenir a ocorrência destesdoenças e especialmente para a sua transição para a forma crônica? Como brega quanto parece, mas, sobretudo, para diversificar o exercício. Eu estou falando sobre o complexo diária de exercícios de ginástica, que deve manter o coração, vasos sanguíneos normais e manter o tom do sistema nervoso.

    É um complexo de carregamento comum. Mas deve estar presente movimento circular na coluna lombar, todos os tipos de pistas, flexão e extensão.

    E não há nada melhor do que um banho de contraste. O procedimento melhora a circulação sanguínea, a circulação central, normaliza o sistema nervoso e estimular o sistema imunitário.

    O acorde final de ações preventivas diárias deve ser um pé no ar. No dia em que você precisa para ter lugar cerca de 5 km em 40 minutos.

    Estes três componentes são suficientes para manter um corpo saudável e reforçar as funções vitais do corpo.

    Deixe uma resposta